Os parceiros de preservação SC Johnson e Conservação Internacional trabalham para combater o desmatamento na Amazônia

Parceria ambiental: SC Johnson e Conservação Internacional trabalham juntas para combater o desmatamento

Durante mais de 15 anos, a SC Johnson e a Conservação Internacional fizeram uma parceria para empreender iniciativas de sustentabilidade ambiental.
O programa mais recente da SC Johnson com a Conservação Internacional irá replantar cerca de três milhões de árvores na região da Amazônia.

Quando falamos em apoio à sustentabilidade e proteção do planeta, nenhuma organização pode trabalhar sozinha. Na SC Johnson, temos orgulho de nossa parceria com a Conservação Internacional há mais de 15 anos, para ajudar a proteger as florestas e a preservar os recursos naturais. 

Apenas nos últimos anos, juntos já fizemos o maior programa de equiparação hectare por hectare já existente para preservar a floresta tropical amazônica. Os fundos da campanha serão usados para proteger as florestas tropicais e replantar aproximadamente três milhões de árvores na região da Amazônia.

Fisk Johnson, um membro fundador da Equipe Terra da Conservação Internacional

Desde 2001, a SC Johnson atua no conselho do Centro de Liderança Ambiental nos Negócios da Conservação Internacional. Em 2009, nos tornamos membro fundador da Equipe Terra da Conservação Internacional, uma iniciativa global de preservação que une empresas, organizações sem fins lucrativos e outros participantes no confronto de questões ambientas.

Foi uma extensão lógica dos compromissos da SC Johnson. Na época, já havíamos ultrapassado nossas metas de sustentabilidade de 2011 para reduzir as emissões de gases do efeito estufa nas fábricas em 27% em comparação com nossos valores de referência de 2000. Hoje, alcançamos uma redução de 55% nas emissões de gases de efeito estufa, além da redução de lixo em nossas instalações globais em 79%.

A SC Johnson também trabalhou com a Conservação Internacional através do programa REDD+ na Amazônia peruana para envolver comunidades na preservação, protegendo florestas e garantindo meios de subsistência e, ao mesmo tempo, compensando emissões de carbono.

Trabalhando com parceiros que entendem a necessidade de uma ciência rigorosa, bem-estar humano e apoio crescente à proteção ambiental, juntos podemos fazer grandes avanços para proteger os recursos do planeta para as gerações futuras.
Fisk Johnson, Presidente e CEO da SC Johnson

Fizemos uma parceria com a Conservação Internacional para apoiar o filme de realidade virtual Under the Canopy​ (“Amazônia Adentro”). Como parte desse programa, convidamos pessoas do mundo todo para ajudar a proteger 4.000 hectares de floresta tropical amazônica por uma campanha de equiparação hectare por hectare. O programa arrecadou doações de todos os 50 estados dos Estados Unidos e 31 países no site da Conservação Internacional.

Os fundos levantados estão sendo usados para lançar o maior projeto de reflorestamento tropical do mundo na Amazônia brasileira. Avaliado em milhões de dólares e com seis anos de duração, o projeto, resultado da parceria entre a Conservação Internacional, o Ministério do Meio Ambiente do Brasil, o Fundo Mundial para o Ambiente, o Banco Mundial e o Rock in Rio, recuperará 73 milhões de árvores na região da Amazônia brasileira até 2023. 

A iniciativa também ajudará o Brasil a avançar na sua meta, firmada no Acordo de Paris, de reflorestar 12 milhões de hectares de terras até 2030.

A SC Johnson recebeu o prêmio de maior prestígio da Conservação Internacional: o prêmio Global Conservation Hero. O prêmio é concedido a organizações e indivíduos notáveis, cujo compromisso ambiental e ações causaram impacto transformador no bem do planeta e do seu povo.

Entre os premiados está Fisk Johnson, nosso Presidente e CEO, além do ator Harrison Ford e Luis Justo, CEO do Rock in Rio.

Fisk Johnson, Harrison Ford e Luis Justo aceitando o prêmio Global Conservation Hero da Conservação Internacional
A Conservação Internacional homenageou Fisk Johnson, Presidente e CEO da SC Johnson, o ator Harrison Ford e Luis Justo, CEO do Rock in Rio pela liderança em preservação.

“As florestas tropicais são um dos ecossistemas mais vitais do planeta, e o seu desenvolvimento é necessário para todos em toda a parte,” disse Fisk a respeito do prêmio. “Estamos honrados em ser reconhecidos pela Conservation International por nossas contribuições para a saúde e o bem-estar futuro da Amazônia. Proteger as florestas é fundamental para proteger o nosso futuro, e espero que o nosso apoio incentive outros a se envolverem.” 

“O audacioso compromisso da SC Johnson em ajudar a proteger a floresta amazônica, –particularmente a recente ação do início do ano –para salvar 4.000 hectares da Amazônia em parceria com a Conservation International, demonstra liderança exemplar e profunda conexão para garantir a saúde e a prosperidade da Amazônia, das suas comunidades indígenas e do resto do mundo,” declarou M. Sanjayan, CEO da Conservation International.

É um compromisso que pretendemos manter.

FilantropiaSC Johnson apoia a maior iniciativa de recuperação de florestas na Amazônia

Meio ambienteSC Johnson apoia a proteção da Carnaúba no Brasil

ComunidadeSC Johnson lança a exposição “Carnaúba: a árvore da vida” no Museu da Indústria de Fortaleza, Brasil

Conservação florestalSC Johnson e Conservação Internacional ultrapassam a meta na maior campanha de proteção à floresta amazônica

Meio ambienteMarcos da SC Johnson na liderança ambiental

Meio ambienteConservação florestal: o esforço contínuo da SC Johnson para interromper o desmatamento

Próximo

Próximo

Próximo