A SC Johnson financia pesquisas para compreender as tendências de sustentabilidade e percepções ambientais

A SC Johnson financia pesquisas de sustentabilidade para compreender as tendências e percepções ambientais

A SC Johnson investe em pesquisa ambiental para compreender as tendências e crenças a cerca de sustentabilidade, e como elas afetam os consumidores.

“Para incrementar esse efeito, todas as partes precisam continuar a assumir responsabilidade e entrar em ação.” – Presidente e CEO da SC Johnson Fisk Johnson sobre o progresso ambiental.

Você sabe qual o sentimento quando seus instintos lhe dizem que é necessário mudar, mas você não sabe como convencer as outras pessoas? Nós também, especialmente quando se trata do meio ambiente e de fazer escolhas sustentáveis. A SC Johnson tem trabalhado para promover avanços há décadas. Contudo, algumas vezes o maior desafio é fazer com que todos concordem com o que é preciso acontecer.

É quando se faz importante compreender o pensamento das pessoas. É por isso que temos sido proponentes e apoiadores de pesquisa sobre percepções e comportamentos ambientais.

Há décadas, a SC Johnson encomendou um estudo pioneiro, “The Environment: Public Attitudes and Individual Behavior” (O ambiente: atitudes públicas e comportamento individual). A ideia era ter uma percepção do futuro do compromisso dos EUA com a preservação e proteção do meio ambiente. O estudo foi executado pela GfK Roper e foi o precursor do Relatório Green Gauge®, a primeira pesquisa de grande escala para medir tanto as atitudes como os comportamentos sustentáveis.

“Em 1990, a SC Johnson assumiu a liderança na busca por uma percepção das ações e comportamentos do consumidor americano”, disse Timothy Kenyon, diretor do Relatório Green Gauge® de 2011 da GfK Roper. “Desde então, desenvolvemos sólidos recursos analíticos que nos orientam na busca das melhores práticas de negócios.”
A parceria da GfK Roper com a SC Johnson nos possibilitou realizar uma análise mais aprofundada do entendimento e das ações do consumidor americano no que se refere ao meio ambiente.
Timothy Kenyon, diretor do relatório GfK Roper Green Gauge® em 2011.

Na continuação desse esforço, nós financiamos um estudo com a GfK Roper em 2011 para compreender como os interesses e comportamentos do consumidor haviam evoluído em duas décadas desde o primeiro estudo. Como parte da pesquisa do 20.º aniversário do Green Gauge®, nós patrocinamos um olhar para as atitudes públicas e comportamento individual relacionados ao meio ambiente

Aqui estão algumas das percepções que eles descobriram:

  • Na pesquisa, 75% dos consumidores americanos disseram que se sentem bem ao fazer algo que ajuda a proteger o meio ambiente; um sentimento positivo que se reflete em mais ações no mesmo sentido.
  • Quando comparado a 1990, os americanos eram duas vezes mais propensos a separar o lixo comum de materiais recicláveis e comprar produtos feitos de ou embalado em materiais recicláveis.
  • Perguntados quem deveria assumir a liderança em lidar com problemas e questões ambientais, 38% escolheu “indivíduos americanos” e 29% escolheu “empresas e indústria.”
  • Tanto incentivos como penalidades financeiros (ambos com 49%) foram considerados como tendo maior influência nos comportamento relacionado ao meio ambiente dos consumidores do que a pressão da família, amigos e do governo, com a influência de celebridades tendo o menor impacto reportado com 7%. 
  • Em 1990, 39% dos consumidores americanos pesquisados disseram que eles estavam muito confusos sobre o que era bom e o que era ruim para o meio ambiente; em 2011, o número de pessoas com a mesma resposta caiu para 18%.

Ao patrocinar essa pesquisa, nós fomos capazes de explorar as percepções sobre os comportamentos ambientais, e como podemos encorajar escolhas positivas. Essas percepções ajudaram a animar esforços como os nossos produtos de limpeza concentrados lançados em 2012, a defender o uso de refis e o nosso lançamento em 2013 dos sacos plásticos compostáveis da marca Ziploc®.

Como nosso presidente e CEO Fisk Johnson explicou, “Para incrementar esse efeito, todas as partes (governo, empresas e consumidores) precisam continuar a assumir responsabilidade e entrar em ação.  Para a SC Johnson, isso quer dizer que precisamos trabalhar com afinco para encontrar novas maneiras de ajudar as famílias a escolher alternativas mais verdes.”

TOPO : A SC Johnson lançou uma linha de refis concentrados para ajudar a demonstrar como era fácil usar produtos com refil e reduzir o resíduo plástico.
FUNDO : Os sacos plásticos compostáveis da marca Ziploc® são para comunidades com programas comerciais de compostagem.
A pesquisa sobre sustentabilidade levou à criação do Windex Mini concentrado

Logo depois do estudo, nós patrocinamos outro trabalho de pesquisa importante focando nas atitudes, motivações e comportamentos do consumidor, dessa vez em nível global. 

The Regeneration Roadmap foi um empreendimento colaborativo lançado pela GlobeScan e SustainAbility com o objetivo de criar um esquema para o desenvolvimento sustentável nos próximos anos. Ele focou na mobilização do setor privado para melhorar a estratégia de sustentabilidade, aumentar a credibilidade e estimular resultados melhores. 

Em 2012, o Roadmap lançou Re:Thinking Consumption: Consumers & the Future of Sustainability (Re: Pensando sobre o Consumo: Consumidores e o Futuro da Sustentabilidade. Esse relatório foi baseado em pesquisas com consumidores em todo Brasil, China, Índia, Alemanha, Reino Unido e Estados Unidos.

TOPO : A porção financiada pela SC Johnson da pesquisa do 20.º aniversário do Green Gauge® com a GfK Roper.
FUNDO : Um relatório que foi parte do The Regeneration Roadmap com a GlobeScan e a SustainAbility.
A pesquisa ambiental Green Gauge da GfK Roper e SC Johnson

A pesquisa da The Regeneration Roadmap descobriu que dois terços dos consumidores concordam que “como sociedade, nós precisamos consumir muito menos para melhorar o meio ambiente para as gerações futuras.” Eles também tinham um sentido de responsabilidade para adquirir produtos que fossem bons para o meio ambiente e para a sociedade. 

O mais importante, a grande maioria dos consumidores também nomeou a “transparência de ingredientes” entre os principais fatores de compra para alimentos, produtos de beleza e domésticos.

Essa foi uma percepção útil para a SC Johnson, pois temos investigado a possibilidade de expansão da transparência de ingredientes desde o lançamento da lista de ingredientes no site em 2009. Nós já sabemos que ser transparentes sobre os ingredientes foi a coisa certa a fazer. Agora também temos evidência de que isso começou a fazer parte do interesse dos consumidores.

A porção final do The Regeneration Roadmap foi o lançamento do Changing Tack em 2013, outro relatório patrocinado pela SC Johnson. O objetivo dele era dar ao setor privado um guia para capitanear o desenvolvimento sustentável no futuro. 

Sua conclusão final foi que as empresas têm um papel-chave a desempenhar na garantia do desenvolvimento sustentável no futuro. Essa é uma conclusão que nós na SC Johnson calorosamente apoiamos, pois nós acreditamos no ativismo ambiental corporativo há gerações.

Para incrementar esse efeito, todas as partes (governo, empresas e consumidores) precisam continuar a assumir responsabilidade e entrar em ação. Para a SC Johnson, isso quer dizer que precisamos trabalhar com afinco para encontrar novas maneiras de ajudar as famílias a escolher alternativas mais verdes.
Fisk Johnson, Presidente do Conselho e CEO da SC Johnson

Sempre nos fazemos perguntas do tipo: como podemos incentivar os consumidores a ter a sustentabilidade em mente quando escolhem produtos?“ E: “Como forneceremos um produto que seja ao mesmo tempo de alta qualidade, econômico e altamente sustentável?”

Não temos todas as respostas, mas nunca paramos de fazer perguntas. Parcerias de pesquisa externas são uma maneira maravilhosa de ganhar uma percepção útil sobre o que é mais importante para as gerações futuras.

Nós continuaremos a investir sempre que pudermos fazer uma diferença significativa para os negócios, o governo, organizações não governamentais e consumidores, trilhando um caminho sustentável adiante. 

FilantropiaSC Johnson apoia a maior iniciativa de recuperação de florestas na Amazônia

Conservação florestalSC Johnson e Conservação Internacional ultrapassam a meta na maior campanha de proteção à floresta amazônica

Meio ambienteSC Johnson apoia a proteção da Carnaúba no Brasil

EducaçãoDoação da SC Johnson apoia a primeira Escola Sustentável em Fortaleza, Brasil

FilantropiaA Filantropia da SC Johnson e a SC Johnson Giving, Inc.

Nossas crençasNo que acreditamos: Nossos valores corporativos vêm guiando a SC Johnson há cinco gerações

Próximo

Próximo

Próximo