A SC Johnson promove formas de parar a desflorestação

Conservação da floresta: A SC Johnson continua os seus esforços para parar a desflorestação

A SC Johnson está empenhada em políticas que protejam as florestas e em encontrar formas de prevenir a desflorestação.
Enquanto membro do Consumer Goods Forum (CGF), a SC Johnson partilha o seu compromisso em reduzir a zero a desflorestação até 2020.
Na SC Johnson, compreendemos que as escolhas que fazemos dizem muito sobre nós. E ainda bem que assim é. Por isso, queremos que saiba que trabalhamos arduamente para operar de forma ética mas também sustentável. E no que diz respeito ao nosso impacto no planeta, fazemos escolhas cuidadosamente. 
 
Desde investir em energia renovável, a reduzir resíduos nas nossas operações, a perseguir o fim da desflorestação, estamos a trabalhar ativamente para fazer escolhas que ajudem a proteger o planeta para as gerações vindouras.
Enquanto membro do Consumer Goods Forum (CGF), partilhamos os seus compromissos para por fim à desflorestação até 2020 através da obtenção sustentável de celulose, papel, embalagens e óleo de palma. 

Trabalhamos com os nossos fornecedores, investidores e parceiros para atingir este objetivo, seguindo as políticas descritas abaixo.
Enquanto membro do CGF, alinhámos por completo os nossos compromissos para 2020 e as políticas internas com as orientações da CGF para a celulose, papel e embalagens. Pode ler sobre isto aqui.
 
A SC Johnson irá:
 
  • obter 100% da nossa celulose, papel e embalagens de fontes certificadas na gestão de sustentabilidade (FSC, PEFC ou outros padrões credíveis) ou de material reciclável até 2020;
  • eliminar a celulose e produtos de papel que contenham fibra de origem controversa, tal como fibra de zonas de elevado valor de conservação e madeira de conflito (madeira que foi comercializada de uma forma que gera violentos conflitos armados ou ameaça a estabilidade nacional ou da região);
  • otimizar as nossas embalagens de forma a minimizar o impacto do cartão das nossas embalagens;
  • considerar os impactos do ciclo de vida completo e os impactos para a biodiversidade decorrentes das escolhas da fibra;
  • verificar fornecedores que obtenham a fibra virgem de regiões ou países de elevado risco, exige a verificação dos sistemas predominantes de certificação florestal regional ou global;
  • trabalhar com os nossos fornecedores para obter melhorias progressivas e medir o progresso, utilizando um método de autoavaliação de fornecedores verificado através de auditorias regulares e independentes.
 
Também iremos comprar celulose, papel e produtos de embalagem a fornecedores que:
 
  • adiram ao código de conduta de fornecedor SC Johnson
  • empreguem práticas sustentáveis de gestão florestal que sejam economicamente viáveis, ambientalmente responsáveis e socialmente benéficas;
  • evitem obter fibra de florestas de elevado valor de conservação (HCV);
  • colham legalmente e comercializem matérias-primas em respeito pela lei e tratados aplicáveis, nacionais e internacionais;
  • se envolvam connosco num diálogo de dois sentidos para auxiliar a promover melhorias contínuas nos seus processos.
Na SC Johnson, utilizamos quantidades relativamente pequenas de óleo de palma, óleo de semente de palma ou derivados, mas reconhecemos o impacto que a produção não sustentável de óleo de palma tem na conservação do planeta e da floresta para as gerações futuras.

Para apoiar a proteção da floresta, restringimos o óleo de palma não sustentável em novas utilizações nos nossos produtos, e estamos a trabalhar para eliminar a utilização de óleo de palma não sustentável a nível global nos produtos da SC Johnson à medida que ocorram novas reformulações. Materiais restritos não podem ser utilizados nos nossos produtos ou só podem ser utilizados com a aprovação da administração com datas de retirada acordadas.


Para atingir estes objetivos, a SC Johnson irá:

  • envolver os fornecedores em diálogos e reapreciações das suas produções e práticas de obtenção de óleo de palma, óleo de semente de palma ou derivados;
  • suspender ou terminar compras de óleo de palma a qualquer fornecedor que esteja a contribuir intencionalmente para a desflorestação ou para as questões sociais e ambientais negativas ou para os impactos criados pela produção de óleo de palma;
  • rever e reapreciar continuamente as políticas e práticas para aumentar a sustentabilidade da cadeia de abastecimento.

Sabemos que o verdadeiro progresso não pode ser alcançado sozinho. Seja com os nossos fornecedores, empresas ou outras organizações, acreditamos que trabalhar de forma colaborante é um passo decisivo para enfrentar questões globais como a desflorestação.
 
Partilhando de forma ativa na missão do Consumer Goods Forum, tomamos uma posição na proteção das florestas ao mesmo tempo que encorajamos outras empresas a seguir o exemplo. 
 
Na última década, também apoiámos uma série de iniciativas com a Conservation International (CI) para aumentar tanto a sensibilização como os fundos para proteger a floresta tropical da Amazónia e impulsionar a reflorestação
 
Juntos, temos a oportunidade de atingir novos patamares e de nos mantermos responsáveis continuando a trabalhar para um futuro mais sustentável. 

AmbienteMarcos da SC Johnson na liderança ambiental

AmbienteGestão de desperdício zero: Mais de 65% das fábricas da SC Johnson são agora desperdício zero para efeitos de aterros sanitários

AmbienteRedução de resíduos: O projeto de utilização de camiões de carga reduz a emissão de gases com efeito de estufa e a utilização de combustíveis

FilantropiaSC Johnson apoia a maior iniciativa de recuperação de florestas na Amazônia

Conservação da florestaSC Johnson e Conservação Internacional ultrapassam a meta na maior campanha de proteção à floresta amazônica

Energia renovávelA energia eólica alimenta a maior unidade de produção da SC Johnson

Seguinte

Seguinte

Seguinte