turbina

A SC Johnson continua a liderar pelas pessoas e pelo planeta

Em 2018/2019, a SC Johnson esteve à frente do planejado com seu compromisso de 2021 de produzir com resíduo zero para aterros. 
Em 2018/2019, a SC Johnson reduziu a emissão de gases do efeito estufa em 62% em comparação com o valor base de 2000 e obteve um terço da energia usada de fontes renováveis.
Ao longo do ano fiscal de 2018/2019, continuamos a usar fontes de energia renovável em nossas instalações no mundo todo. Durante esse período, 34% da nossa energia veio de fontes renováveis. Isso inclui o uso de energia eólica em nossas fábricas de Bay City, Michigan; Mount Pleasant, Wisconsin; Gorzow, Polônia e Mijdrecht, Países Baixos.
Além disso, nossas emissões de gases do efeito estufa (GHG) foram reduzidas em 62% em comparação com nosso valor de referência de 2000. Além disso, continuamos a buscar formas de aumentar nosso uso de eletricidade renovável. Em abril de 2019, anunciamos nossos planos de usar energia geotérmica para nossa sede em Racine, Wisconsin. Isso representará uma enorme redução da nossa pegada ambiental.
Outra maneira pela qual estamos reduzindo nossa pegada é limitando a quantidade de lixo que nossas instalações enviam para aterros. Estamos lidando com isso de diversas maneiras no mundo todo, inclusive por meio do uso responsável de materiais e recursos, bem como pelo redirecionamento de lixo sólido e líquido para longe dos aterros. Até o fim de 2018/2019, 100% das fábricas da SC Johnson não enviarão nenhum lixo de produção para os aterros.
A proteção florestal tem sido o foco da SC Johnson durante gerações. Junto com a Conservação Internacional (CI), temos uma parceria em projetos com foco ambiental  há quase 17 anos.

Mais recentemente, nos unimos à CI para ajudar a proteger 10.000 acres da Floresta Amazônica  por meio de uma campanha de equiparação acre por acre. Os recursos arrecadados estão sendo agora empregados para lançar o maior projeto de reflorestamento tropical do mundo na Amazônia brasileira.

Este ano, nosso Presidente do conselho e CEO, Fisk Johnson, lançou luz sobre o desmatamento ilegal. A SC Johnson tem o compromisso de usar 100% de matéria-prima advinda de florestas sustentáveis até 2020.

Também usamos 100% óleo de palma sustentável certificado pela Roundtable on Sustainable Palm Oil (RSPO), Palm Kernel Expeller e derivados de óleo de palma. Até 2025, toda a nossa matéria-prima a base de óleo de palma será 100% certificada pela RSPO e obtida de cadeias de suprimento físicas com balanço de massas, segregadas ou com identidade preservada.
Estamos trabalhando para ajudar as 4 bilhões de pessoas mais pobres do mundo a se proteger contra doenças transmitidas por mosquitos, como malária e dengue.

Como o principal fabricante de produtos para controle de pragas domésticas do mundo, a SC Johnson trabalha para ajudar famílias a se protegerem e para educar sobre como evitar picada de mosquito. Nosso foco principal são famílias sob maior risco, ou seja, aquelas que vivem com menos do que poucos dólares por dia e em áreas em que doenças como malária e dengue são endêmicas.
Vilarejo no Peru
Dedicar tempo a famílias expostas a alto risco, como nesse vilarejo do Peru, ajuda os pesquisadores da SC Johnson a compreenderem a necessidade de soluções que sejam acessíveis e adaptadas à vida cotidiana dessas pessoas.
Até o momento, a SC Johnson alcançou mais de 1,7 milhão de pessoas em sete países com programas locais criados para ensinar estratégias para prevenção de picada de mosquito. Estivemos discutindo com mais de 1.000 pessoas e mais de 150 funcionários do Ministério da Saúde e de ONGs para trabalhar na prevenção de doenças em todo o mundo.

Em 2019, alcançamos um marco incrível com um de nossos esforços, em Sumba, na Indonésia. Lá, estivemos trabalhando em parceria com a Universidade de Notre Dame e o Eijkman Institute for Molecular Biology, com financiamento da Bill & Melinda Gates Foundation, para investigar o possível impacto de repelentes espaciais na redução de doenças transmitidas por mosquitos

Pesquisadores testaram a eficácia de um repelente espacial inovador desenvolvido exclusivamente pela SC Johnson para reduzir a transmissão da malária. A análise dos dados encontrou uma redução de cerca de 28% na primeira infecção, enquanto um subconjunto com o maior número de mosquitos observou uma redução de cerca de 66% na infecção geral de malária.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) publicou os resultados dos dados dessa pesquisa em agosto de 2019, em um relatório que mostra a eficácia do combate à malária. Isso abre caminho para os repelentes espaciais na luta global contra doenças transmitidas por mosquitos.
Acreditamos que as pessoas devem ter acesso às informações de que precisam para tomarem decisões informadas sobre os produtos que compram para suas famílias. É por isso que nosso programa de transparência teve alcance mundial em 2018/2019, abrangendo produtos vendidos em praticamente todos os países do mundo.

Embora vários países tenham regulamentações inconsistentes sobre a divulgação de ingredientes, ou sequer as tenham, na ausência de padrões do setor, nos concentramos em fazer a coisa certa e oferecemos acesso incomparável às informações sobre ingredientes dos nossos produtos vendidos no mundo todo.

Também fomos além da norma em 2018 quando compartilhamos os critérios científicos por trás do Greenlist™, nosso programa de seleção de ingredientes avaliado por especialistas. Cada ingrediente que usamos passa por esse rigoroso programa. Essencialmente, trata-se de uma avaliação em quatro etapas que avalia o risco e o perigo de usar os melhores dados e um compromisso com melhorias contínuas.

Relatório de sustentabilidadeIr Além: SC Johnson Divulga o Seu Relatsório De Sustentabilidade de 2016

Relatório de sustentabilidadeSC Johnson e Ellen MacArthur Foundation: uma parceria global pioneira

Relatório de sustentabilidadePromovendo a economia circular com materiais reciclados pós-consumo

Relatório de sustentabilidadeUma parceria inovadora entre a SC Johnson e o Plastic Bank reduz o problema da poluição plástica e da pobreza

Relatório de sustentabilidadeSC Johnson está trabalhando para buscar soluções para a crise global do plástico

Fisk JohnsonEscolhas fundamentadas: uma carta do Presidente do conselho e CEO da SC Johnson sobre o nosso Relatório de Sustentabilidade de 2017

Próximo

Próximo

Próximo