Escola Johnson em Fortaleza, Brasil

SC Johnson mantém um legado de décadas no Brasil e ajuda crianças a buscar o aprendizado de Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática (Science, Technology, Engineering, and Mathematics, STEM) 

A nova Escola Johnson em Fortaleza, no Brasil, homenageia os 80 anos de filantropia e parceria no país.
A SC Johnson doou USD 250.000 para financiar a instalação de painéis solares na escola e mais USD 200.000 para a STEM Brasil.
Se você já tiver lido algo sobre a história da nossa empresa, sabe que a família significa tudo para nós na SC Johnson. Como uma empresa familiar de mais de 130 anos, o legado das gerações anteriores ajudam a nos guiar e a nos inspirar.

E uma herança que corrobora esta afirmação é a história do líder da terceira geração H.F. Johnson Jr. e dos estudantes de Fortaleza, Brasil.

Em 1935, H.F. conduziu uma expedição de 24.000 km de ida e volta ao Brasil. Ele pretendia estudar a carnaubeira, que era a fonte da cera de carnaúba, um ingrediente essencial dos produtos da SC Johnson naquela época. H.F. encontrou a palmeira e montou uma operação em Fortaleza para estudá-la, mas também descobriu muito mais ao longo de sua jornada.
Escola Johnson na época em que foi fundada na década de 1960
A Escola Johnson foi fundada no início da década de 1960 para atender as crianças locais que não tinham acesso à educação formal.

Além de ser um executivo, H.F. era um humanitário. Então, ao visitar Fortaleza nos anos seguintes, ele constatou uma necessidade importante. Várias crianças que moravam próximo às operações da empresa em Fortaleza não tinham acesso à educação.

Em 1963, a SC Johnson inaugurou a Escola Johnson, a primeira escola pública de ensino fundamental em Fortaleza, no Brasil. Abrigada em uma parte do armazém da empresa em Fortaleza, a escola tinha salas de aula, uma cozinha, um refeitório e até uma enfermaria para cuidar das crianças. Ela acolheu 300 crianças.

A SC Johnson acabou doando a Escola Johnson ao governo brasileiro. Mas nosso vínculo com Fortaleza nunca diminuiu, nem nosso compromisso com a educação. Ao longo dos anos, a SC Johnson continuou a fornecer apoio à Escola Johnson por meio de subsídios e donativos, incluindo um consultório odontológico, novos laboratórios de ciências, uma quadra esportiva e reformas gerais.

Programa de filantropia corporativa da SC Johnson oferece laboratório de ciências e equipamento para os alunos.
Este laboratório de ciências do Mr. Músculo na África do Sul é um exemplo do apoio ao ensino de STEM da SC Johnson.
Agora em 2018, ainda temos o mesmo interesse em apoiar a educação que H.F. tinha nos anos 1960. Na prática, ela é uma das principais áreas de interesse da nossa filantropia corporativa. A SC Johnson doa cinco por cento de seus lucros brutos para instituições de caridade todos os anos desde 1937.

No momento, uma área de interesse importante é o grupo de Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática, conhecido como STEM. Temos investido em educação científica por décadas em regiões do mundo todo. 

Apenas para ilustrar alguns exemplos, firmamos uma parceria com a Gateway Technical College em Racine, Wisconsin, por mais de 20 anos. Além do suporte à programação, contribuímos com milhões de dólares para expandir o iMET Center de Gateway, um centro de treinamento de habilidades práticas, incluindo o primeiro laboratório de produção da faculdade.

E, na África do Sul, trabalhamos com a South African Medical and Education Foundation para inaugurar nosso primeiro Laboratório de Ciências do Mr. Músculo para o ensino de STEM. Em 2017, o segundo Projeto de Laboratório de Ciências da SC Johnson foi lançado na Escola Primária Cosmo City West, novamente com o objetivo de oferecer um laboratório de ciências de última geração para a escola.
Fisk Johnson com o governador Camilo Santana e a diretora da Escola Johnson Vanessa Gripp
O Presidente do conselho e CEO da SC Johnson, Fisk Johnson, celebra a nova Escola Johnson com o governador Camilo Santana e a diretora da escola Vanessa Gripp.
Em 2018, demos o um passo adiante, combinando nosso compromisso com a educação, nosso legado de longa data no Brasil e nosso investimento contínuo em energia renovável. Com parceiros locais, comemoramos a construção de uma nova Escola Johnson em Fortaleza.

A nova unidade é uma escola pública de última geração para alunos do 9.º ano do ensino fundamental ao 3.º ano do ensino médio. Ela é administrada pelo Estado do Ceará, com o apoio da SC Johnson e da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC). O prédio de dois andares inclui um laboratório de ciências, um centro esportivo, uma biblioteca e uma cantina.

E vale ressaltar que ela também é abastecida por fontes de energia sustentáveis. Um subsídio da SC Johnson financiou a instalação de painéis solares na escola, que fornecem 100% de suas necessidades elétricas. Isso faz dela uma escola sustentável e única na região.
 
A energia renovável é um ponto importante para a SC Johnson, e nós adoramos essa oportunidade de levar a eficácia da energia renovável para uma escola e seus alunos.
Os painéis solares da Escola Johnson são únicos, reforçando o comprometimento contínuo da SC Johnson com o meio ambiente e servindo como modelo para outras escolas do Estado do Ceará.
Fisk Johnson, Presidente do conselho e CEO da SC Johnson
Fiel ao seu legado, a escola também destaca a carnaubeira, que trouxe H.F. Johnson, Jr. à Fortaleza há tantos anos. A empresa apoiou a construção de uma estufa no local e um programa educacional que une as ciências ambientais e a educação empresarial.

Os alunos plantarão, cultivarão e venderão as sementes da carnaubeira à comunidade, em parceria com o Junior Achievement. Este programa é uma parte importante da educação científica da Escola Johnson e reforça os conceitos de sustentabilidade e empreendedorismo.

A SC Johnson também firmou um compromisso de USD 200.000 com a STEM Brasil em 2018 para incentivar a educação de estudantes. Os fundos apoiarão o ensino de STEM e a formação de professores da Escola Johnson e de outras escolas da região. De acordo com um estudo estadual realizado em 2014, 84% das escolas participantes do STEM Brasil demonstraram um aumento de 20% na notas de matemática de seus alunos.
Sala de aula de STEM na Escola Johnson
Um laboratório na Escola Johnson em Fortaleza, Brasil.

EducaçãoDoação da SC Johnson apoia a primeira Escola Sustentável em Fortaleza, Brasil

ComunidadeSC Johnson lança a exposição “Carnaúba: a árvore da vida” no Museu da Indústria de Fortaleza, Brasil

FilantropiaA SC Johnson College of Business da Cornell University recebeu uma doação de 150 milhões de dólares de Fisk Johnson e da empresa

EducaçãoSC Johnson apoia financiamento de STEM, incentivo à leitura e futuros inovadores

EducaçãoDesenvolvendo habilidades em STEM: SC Johnson colabora com a educação e o desenvolvimento econômico com a expansão da faculdade técnica

EducaçãoCiências na prática: laboratório de ciências do Mr. Músculo apoia o ensino de STEM na África do Sul

Próximo

Próximo

Próximo