SC Johnson apoia o desenvolvimento de 40 novos postos de saúde na área rural de Ruanda

A parceria da empresa com o Ministério da Saúde de Ruanda e a Sociedade para a Saúde da Família de Ruanda oferece melhor acesso aos cuidados de saúde para as famílias 

“Queremos ver o fim da malária e de todas as doenças transmissíveis por mosquitos”, - Fisk Johnson, Presidente e Amministratore Delegato da SC Johnson.
A SC Johnson continua a apoiar o Ministério da Saúde de Ruanda na ampliação de postos de saúde em todo o país, com a adição de 40 novas instalações.
RACINE, Wisconsin, 30 de janeiro de 2019 – a SC Johnson anunciou hoje seus planos de apoiar o desenvolvimento de mais 40 postos de saúde em Ruanda, expandindo o acesso à assistência médica e à educação sobre malária para mais de 200.000 pessoas. Isso amplia os investimentos da empresa em 2018, que estabeleceu 10 postos de saúde na área rural de Ruanda em julho, chegando a um total de 50.

“Queremos ver o fim da malária e de todas as doenças transmissíveis por mosquitos”, disse Fisk Johnson, Presidente e Amministratore Delegato  da SC Johnson. “Estamos trabalhando continuamente para fornecer informações educacionais e produtos que possam ajudar a proteger as pessoas de doenças transmissíveis por mosquitos. Além de ajudar as famílias locais, essa parceria com o Ministério da Saúde de Ruanda e a Sociedade para a Saúde da Família de Ruanda está fornecendo ideias e orientações sobre melhores práticas para ajudar as nossas iniciativas de combater a malária em outros países ao redor do mundo.”
Parceria em prol da saúde pública

Os postos de saúde serão operados pelo Ministério de Saúde de Ruanda e pela Sociedade para Saúde da Família de Ruanda em uma expansão da parceria bem-sucedida de quatro anos, lançada em 2018. Seu objetivo é ajudar a lidar com problemas de saúde pública em Ruanda, incluindo a malária, o HIV/AIDS, o planejamento familiar, o acesso à água potável e à nutrição. 

“Nós somos gratos pelo investimento da SC Johnson na saúde de nossas comunidades, e pela parceria contínua em estabelecer as melhores práticas em questões como a malária”, disse a Dra. Diane Gashumba, Ministra da Saúde de Ruanda. “Com os postos de saúde adicionais, Ruanda pode ampliar a assistência médica a 50% de nossas comunidades que estão em áreas rurais e são difíceis de alcançar, reduzindo significativamente a distância que as famílias precisam percorrer para serem atendidas.”

Desde a inauguração dos primeiros postos de saúde em 2018, a parceria possibilitou acesso a serviços de saúde para mais de 60.000 pessoas. Antes disso, era estimado de que um ruandês em busca de assistência médica chegava a andar até três horas para encontrar os serviços mais próximos. 

“Estou muito animado com nossa parceria com a SC Johnson, em particular pela nossa luta contra a malária”, disse Manasseh Gihana Wandera, Diretor executivo da Sociedade para a Saúde da Família de Ruanda. “Com o apoio da SC Johnson, conseguimos ter acesso às comunidades rurais, educar sobre as maneiras de prevenir contra a malária e fornecer uma abordagem holística para acessar os serviços de assistência médica.”
Manasseh Gihana Wandera, Diretor executivo da Sociedade para a Saúde da Família de Ruanda (no canto à esquerda) e Fisk Johnson, Presidente e Amministratore Delegato da SC Johnson (no centro à direita), ajudam a construir um posto de saúde em Ruanda – dando continuidade a uma parceria de quatro anos que fornece ideias e melhores práticas para ajudar a combater a malária em todo o mundo.
Combatendo a malária juntos

Estudos têm mostrado que usar repelentes espaciais pode reduzir a frequência das picadas de mosquito e, assim, reduzir também novos casos de malária, uma necessidade de saúde pública vital, considerando-se que a Organização Mundial da Saúde reportou 219 milhões de casos de malária no mundo todo em 2016. Ao tornar acessível a educação sobre a malária e os produtos repelentes de mosquito em postos de saúde comunitários, a SC Johnson ajuda mais pessoas a se protegerem de picadas de mosquitos. 

A parceria entre a SC Johnson, o Ministério da Saúde de Ruanda e a Sociedade para a Saúde da Família em Ruanda também inclui o desenvolvimento de padrões nacionais para lidar com doenças transmitidas por mosquitos e o estabelecimento de padrões de segurança e eficácia locais para os pesticidas. Os padrões nacionais focarão na distribuição e no uso de produtos repelentes de insetos pessoais e espaciais, assim como no encorajamento de alterações comportamentais positivas para reduzir o risco potencial de doenças transmissíveis por mosquitos.

“Ao visitar um dos postos de saúde, as histórias que ouvi dos funcionários e dos pacientes foram comoventes e fortes”, disse Johnson. “O acesso à educação sobre malária é vital e o acesso à assistência médica em geral é transformador. Estamos muito felizes pela SC Johnson poder ajudar na nossa luta contínua para combater doenças transmitidas por mosquitos e fornecer acesso a uma vida melhor para mais famílias.” 

Trabalhando para melhorar as comunidades na base da pirâmide 

A SC Johnson tem fornecido soluções de negócios sustentáveis há décadas para aumentar o padrão de vida e dar oportunidades para uma qualidade de vida melhor para 4 bilhões de pessoas que ocupam a base da pirâmide econômica do mundo. Focando na educação sobre doenças transmitida por insetos, o objetivo da empresa é reduzir globalmente a porcentagem de casos de malária, aumentando o acesso a produtos pesticidas e à educação sobre doenças transmitida por insetos, incluindo: 

  • O lançamento de uma parceria inédita com o Ministério da Saúde de Ruanda e a Sociedade para Saúde da Família de Ruanda em 2018 para construir 10 postos de assistência médica e prestar serviços de saúde nas áreas rurais de Ruanda para ajudar a tratar das questões de saúde pública, como a malária.
  • A parceria com a Coca-Cola Company em 2017 como parte do programa EKOCENTER. Este programa oferece água potável segura, saneamento, energia solar e comunicação sem fio a países, incluindo a Ruanda e o Vietnã. Os centros são experiências de varejo modulares administradas por mulheres, que permitem a compra de itens de necessidade básicos, incluindo a loção repelente de mosquitos OFF!®, a espiral antimosquito Baygon® e a cera de sapatos KIWI®. 
  • Em 2012, trabalharam com o Center for Sustainable Global Enterprise da Cornell University para lançar o programa piloto WOW™ em Gana para explorar uma nova maneira de ajudar famílias a reduzir a transmissão da malária por meio da criação de um novo modelo de negócios que leva repelentes e inseticidas para famílias na zona rural. Como resultado, a iniciativa tem ajudado residentes de baixa renda a cuidarem de suas casas e suas famílias.
  • Administrando um estudo em 2010 com a Fundação Bill e Melinda Gates para determinar os efeitos de repelentes espaciais na luta contra mosquitos infectados com malária em Sumba, na Indonésia.

Para obter mais informações sobre a SC Johnson e as suas iniciativas de sustentabilidade, siga a empresa no Facebook, no Twitter ou em www.scjohnson.com. 

A SC Johnson é uma empresa familiar dedicada a produtos inovadores e de alta qualidade, à excelência no local de trabalho e ao compromisso de longo prazo com o meio ambiente e as comunidades onde atua. Com sede nos EUA, a empresa é uma das principais fabricantes mundiais de produtos de limpeza doméstica, armazenamento doméstico, purificadores de ar, controle de pragas e cuidados com calçados, além de produtos profissionais. A empresa comercializa marcas consagradas, como GLADE®, KIWI®, OFF!®, PLEDGE®, RAID®, SCRUBBING BUBBLES®, SHOUT®, WINDEX® e ZIPLOC® nos EUA e exterior, com marcas vendidas fora dos EUA incluindo AUTAN®, BAYGON®, BRISE®, KABIKILLER®, KLEAR®, MR MÚSCULO® e RIDSECT®. Com 133 anos de história, a SC Johnson gera USD 10 bilhões em vendas, emprega aproximadamente 13.000 pessoas no mundo todo e vende produtos em quase todos os países. www.scjohnson.com