Plástico nos oceanos: a SC Johnson está a combater a poluição de plástico na Indonésia e a ajudar famílias

A SC Johnson está a patrocinar oito novos centros de reciclagem de plástico na Indonésia para ajudar a eliminar o plástico nos oceanos.
As empresas, o governo e as ONG têm de se juntar no combate à poluição do plástico, refere Fisk Johnson.
Os especialistas acreditam que, hoje em dia, pelo menos 8 milhões de toneladas métricas de plástico por ano vão parar aos oceanos. O Fórum Económico Mundial afirma que é o equivalente a um camião de lixo despejado nos oceanos a cada minuto. E espera-se que em 2050 passe a quatro camiões de lixo por minuto.

É por isso que empresas como a SC Johnson estão a trabalhar arduamente para encontrar formas de minimizar a quantidade de resíduos de plástico por todo o mundo. Da perspetiva do produto, fizemos várias melhorias, como desenvolver os nossos produtos para encorajar à reutilização, diminuir o excesso de embalagens e aumentar o conteúdo reciclável das nossas garrafas de plástico. 

Mas também vemos uma oportunidade para além dos produtos. Queremos ajudar a recuperar os resíduos de plástico através de programas inovadores de reciclagem e recuperação. Desta forma, podemos reduzir o impacto ambiental e, ao mesmo tempo, melhorar a vida de comunidades que vivem com uma poluição de plástico excessiva.
SUPERIOR : a Nyoman Darti recolhe resíduos de plástico no novo centro de reciclagem aberto pela SC Johnson e pela Plastic Bank em Bali, na Indonésia.
EM BAIXO : o nosso presidente e diretor-geral, Fisk Johnson (segundo a contar da esquerda), fala com Nyoman (direita) na inauguração do centro de reciclagem, juntamente com David Katz (esquerda) da Plastic Bank e Wisakananda Pradipta (meio).
Em 2018, a SC Johnson arranca com uma parceria com a Plastic Bank, uma das principais organizações no combate à redução do plástico nos oceanos. 

A missão da Plastic Bank é criar impacto social e ambiental em zonas com elevados níveis de pobreza e poluição de plástico. Para isso, ela troca o plástico recolhido pelos residentes por dinheiro, bens ou serviços. O plástico recolhido é reciclado e vendido como Social Plastic®. As pessoas que o recolhem beneficiam do valor que recebem em troca. 

Ao trabalhar com a Plastic Bank, estamos a inaugurar oito novos centros de reciclagem na Indonésia, todos com capacidade para recolher cerca de 100 toneladas métricas de plástico por ano e proporcionar oportunidades para centenas de pessoas que recolhem resíduos locais. O primeiro centro foi inaugurado em Bali, a 28 de outubro de 2018, e todos os oito centros deverão estar operacionais em meados de 2019. 
Queremos ajudar a recuperar a mesma quantidade de plástico que colocamos no mundo através de programas inovadores de reciclagem e recuperação. Desta forma, podemos neutralizar o nosso impacto ambiental e, ao mesmo tempo, melhorar a vida de comunidades que vivem com uma poluição de plástico excessiva.
Fisk Johnson, presidente e diretor-geral da SC Johnson
Em outubro de 2018, o presidente e diretor-geral da SC Johnson, Fisk Johnson, visitou a Indonésia e mergulhou em Manta Point com a Conservation International (CI), um parceiro de longa data na ação ambiental. Há mais de 15 anos que colaboramos com a CI para ajudar a proteger as florestas e preservar os recursos naturais

Enquanto mergulhador de longa data e tendo estado em mares de todo o mundo, Fisk tem visto as condições dos oceanos a degradar-se e gostaria de ver de perto o fim da crise do plástico nos oceanos. Manta Point ganhou fama em 2018 quando um mergulhador partilhou um vídeo com uma elevada poluição de plástico na água. 

Enquanto Fisk não encontrou o mesmo nível de poluição que aquele mergulhador, a biodiversidade marinha foi inspiradora e deixou bem claro o impacto devastador que a poluição de plástico podia ter. 
“As empresas, o governo e as ONG têm de se juntar no combate a esta importante questão. É essencial que tomemos medidas para ajudar a parar o aumento da quantidade de plástico que é deitado nos nossos oceanos,” referiu Fisk. 

“Queremos ajudar a recuperar a mesma quantidade de plástico que colocamos no mundo através de programas inovadores de reciclagem e recuperação. Desta forma, podemos neutralizar o nosso impacto ambiental e, ao mesmo tempo, melhorar a vida de comunidades que vivem com uma poluição de plástico excessiva.”

A Indonésia foi a escolhida para a parceria por ter os mais elevados níveis de biodiversidade marinha do mundo, e enfrenta também elevados níveis de poluição de plástico nos seus oceanos. O país aplicou mais de 1 mil milhões USD por ano para reduzir a quantidade de plástico e de outro tipo de poluição nas suas águas. Tem por objetivo uma redução de 70% nos resíduos marinhos até 2025. A Indonésia também tem sido palco das operações da SC Johnson ao longo de décadas.
Um motivo pelo qual a parceria Plastic Bank foi tão apelativa foi a oportunidade de proporcionar melhorias a pessoas e ao planeta. 

A SC Johnson tem uma longa história de ações com a intenção de atingir ambos os objetivos, tal como o nosso investimento de longa data para encorajar a sustentabilidade da agricultura e o desenvolvimento económico no Ruanda e o programa lançado em 2016 para aumentar a reciclagem de embalagens de aerossol na América Latina, ao mesmo tempo que melhora as condições para quem trabalha nos centros de triagem de resíduos. 

Esperamos que esta nova parceira tenha um impacto equivalente. Perto de 28 milhões de indonésios vivem abaixo do limiar da pobreza, o que significa que um programa desta magnitude poderia trazer vantagens significativas. 

Neste momento, devido a questões de segurança, muitos residentes na Indonésia não andam com dinheiro. Mas o programa Plastic Bank usa a tecnologia Blockchain, o que significa que quem efetua a recolha tem acesso a recursos com menor risco de perda.

Além do aumento da segurança financeira, a Plastic Bank também acredita que o programa oferece a quem efetua a recolha uma importante sensação de orgulho – o que também é importante. Não ficaremos satisfeitos enquanto o nosso impacto não for zero desperdício de plástico. Ao longo do percurso, estamos entusiasmados com programas inovadores, como a parceria Plastic Bank, que pode ajudar a tornar o mundo melhor para todos.

VIDEO

Plastic Bank

Conseguimos resolver o problema de poluição de plástico nos oceanos ao mesmo tempo que acabamos com a pobreza extrema?

PrémiosSC Johnson ganha prêmio de Honra Cidadã para programa de reciclagem na América Latina

Acabar com o desperdício de plástico: a SC Johnson está comprometida em aumentar a reutilização de plástico e acabar com a poluição de plástico

Relatório de sustentabilidadeA SC Johnson Estabelece Novo Padrão de Transparência

Produtos com propósitoOs sacos plásticos compostáveis da Ziploc® apoiam a compostagem municipal, reduzindo os resíduos em aterros sanitários

ReciclagemRetirar os clorofluorocarbonetos (CFCs) dos aerossóis: Como Sam Johnson liderou a SC Johnson ao ativismo ambiental

ReciclagemSCJ Recycles (A SCJ recicla): Aumentando as taxas de reciclagem da América Latina com inovação e educação

Seguinte

Seguinte

Seguinte