Na SC Johnson, pensamos muito sobre acabar com os testes em animais. Ainda não chegamos lá, mas estamos tentando. Como os nossos produtos são usados por famílias em todo o mundo, vemos uma necessidade importante de estudos toxicológicos que assegurem o uso com segurança e um impacto mínimo ao meio ambiente. Além disso, a SC Johnson deve cumprir com as rigorosas exigências legais e regulatórias internacionais que requem, por lei, testes para determinados produtos. Ao mesmo tempo, concordamos que os testes em animais devem ser reduzidos, aprimorados para minimizar o sofrimento e, definitivamente, substituídos. Esta é a chamada abordagem dos “três Rs” (reduced, refined and replaced) de Russell e Burch.

Levando em consideração essas premissas, nosso primeiro passo é usar ingredientes que já foram testados para que possamos evitar testes extras quando possível, mas ainda sabendo o impacto ambiental e na saúde humana dos ingredientes. Coletamos bancos de dados abrangentes contendo dados de testes históricos para minimizar mais testes sempre que podemos.

Também temos agido ativamente no desenvolvimento, validação e aplicação de métodos de teste alternativos, como os ensaios de corrosividade e modelos equivalentes de tecido humano, que tem reduzido significativamente o número de animais usados em testes de nossos produtos. Também somos um membro contribuinte do Instituto para Ciências In Vitro, que é dedicado ao avanço de métodos de teste alternativos. Continuamos a buscar outras formas com as quais podemos progredir ainda mais.

Mas esse problema é maior que apenas uma empresa e o que podemos escolher fazer, porque em muitos casos as nossas escolhas são afetadas por exigências legais. Por exemplo, por lei, os repelentes de mosquito devem ser submetidos a avaliações toxicológicas (que podem envolver testes em animais) para serem vendidos em países diferentes, incluindo os Estados Unidos e Europa.

Enquanto todos gostaríamos de evitar testes em animais, os repelentes de mosquitos desempenham um papel fundamental em proteger as pessoas de doenças perigosas que são transmitidas por picadas de mosquito como malária, dengue e o vírus do oeste do Nilo. Nos Estados Unidos, esses produtos também repelem percevejos de veados, que também podem causar a doença mortal de Lyme. Então, é importante que esses produtos continuem a ser produzidos e vendidos, mesmo com os requerimentos do governo de que eles sejam testados primeiro. E qualquer empresa vendendo esses produtos está sujeita às mesmas restrições.

Em alguns casos, os testes também são importantes para assegurar que os produtos possam ser usados com segurança pelos consumidores ou que os seus químicos nos produtos não vão causar efeitos de longo prazo no meio ambiente. Na verdade, os esforços como REACH na Europa, assim como a Lei de controle de substâncias tóxicas e a Lei federal de inseticidas, fungicidas e rodenticidas nos Estados Unidos, estão pressionando para mais testes em vez de menos.

Por exemplo, alguns grupos de defesa do consumidor estão buscando mais testes rigorosos de produtos para efeitos carcinogênicos ou transtornos endócrinos, os quais podem requerer testes em animais. Então as empresas como a SC Johnson estão tentando encontrar o equilíbrio perfeito. Temos convicção de que os produtos devem ser seguros para os consumidores hoje e para o planeta pelas gerações futuras; o objetivo é garantir que isso aconteça com o mínimo absoluto de testes em animais necessários.

Percebemos que algumas empresas dizem que elas “não testam em animais”. Francamente, somos céticos com relação a isso, mas mesmo que a afirmação seja verdadeira, isso significa simplesmente que elas não estão fazendo nada novo. As inovações de novos produtos (que podem, por exemplo, oferecer impacto ambiental reduzido), podem exigir testes por causa do uso de novos químicos ou usá-los de formas novas. Uma empresa que não é inovadora pode não ter essa necessidade, embora ela ainda tenha que cumprir com exigências legais que podem implicar testes em animais.  

Outras empresas que dizem não realizar testes em animais também podem simplesmente estar ocultando os fatos. Isso não significa necessariamente que os ingredientes que elas usam não foram testados, na verdade, é mais provável que eles tenham testado. A vasta maioria de químicos usada em produtos será testada para toxicidade. Mas algumas empresas se esquivam desse problema porque suas matérias-primas foram testadas pelos fornecedores dos quais elas compram, ou de outros fornecedores que os fornecedores usam. Então, a afirmação delas é baseada apenas em se elas testaram uma formulação específica do produto... não se houve teste na história do produto.

Na SC Johnson, temos uma grande preocupação com honestidade e transparência em nossas declarações. Portanto, não fazemos afirmações genéricas que implicam mais do que a verdade. Em vez disso, quando possível, rotulamos os produtos com linguagem clara que diz que não testamos aquele produto em animais.  
 
A conclusão é que cumprimos as exigências governamentais, de segurança e de meio ambiente para os nossos produtos, mas estamos trabalhando para encontrar formas de fazê-lo enquanto minimizamos continuamente testes em animais.

Sabemos que algumas pessoas podem escolher não comprar produtos da SC Johnson por causa da sua paixão por este assunto. Mas esperamos que você nos dê uma chance à medida que continuamos a ser uma das empresas que está trabalhando para fazer avanços nesta área. Procure pelos produtos cujas etiquetas dizem que eles não são testados em animais... pode não ser tudo o que você quer, mas você pode acreditar que é verdade.

Cadeia de suprimentoCódigo de conduta do fornecedor SC Johnson: Padrões para trabalharmos juntos tornando a vida melhor

TransparênciaA Jornada da transparência de ingredientes da SC Johnson

IngredientesSC Johnson expande a divulgação de ingredientes nas fragrâncias e continua liderando o setor em relação à transparência dos ingredientes

Relatório de sustentabilidadeA SC Johnson Estabelece Novo Padrão de Transparência

Transparência97 por cento dos consumidores brasileiros procuram transparência de ingredientes

IngredientesTransparência de ingredientes: a SC Johnson oferece listas com os ingredientes dos produtos para que você possa fazer as melhores escolhas para sua família

Próximo

Próximo

Próximo